Jejum para emagrecer

Dieta emagrecer

 

O jejum intermitente se tornou muito popular nos últimos anos. Há versões diferentes, mas a ideia geral para todas elas é comer normalmente alguns dias da semana e reduzir drasticamente as calorias consumidas em outros dias. Algumas pesquisas mostram que o jejum intermitente funciona. Em um estudo, adultos com sobrepeso que cortaram 20% das calorias a cada dois dias perderam 8% do peso corporal dentro de 8 semanas. O possível segredo por trás dos benefícios da dieta seria o fato de o jejum colocar as células do corpo sob um estresse suave. Os cientistas acreditam que o processo de resposta a esse estresse, nos dias de consumo de baixa caloria, fortaleça a capacidade das células de lidar com o estresse e, potencialmente, combater algumas doenças. O que você pode e o que não pode comer Durante a dieta, nos dias em que não for jejuar, pode-se comer de tudo. No entanto, para perder peso e obter os nutrientes que o organismo precisa, o ideal é dar preferência aos alimentos saudáveis e limitar as tentações como sobremesas e alimentos processados. Nos dias de jejum, a ingestão de calorias será muito baixa e o organismo vai depender, principalmente, de água, café e chá para se manter. Por isso, é preciso fazer um plano de refeição equilibrado para comer com moderação nos dias chamados de ‘banquete’. E é importante saber que o jejum intermitente pode provocar efeitos colaterais como fadiga, fraqueza e dores de cabeça. Existem vários livros e sites que detalham variações sobre a ideia básica de jejum alguns dias por semana ou jejum intermitente. Mas, na maioria das dietas de jejum intermitente recomenda-se reduzir de 500 a 600 calorias nos dias de jejum.

Posso fazer essa dieta?

Pacientes com problemas de saúde devem consultar um médico antes de iniciar a dieta do jejum intermitente. Essa dieta não é recomendada para crianças, mulheres grávidas, pessoas com distúrbios alimentares e algumas pessoas com diabetes.

Views:
14
Article Tags:
Article Categories:
Outros

Leave a Comment