Pets e Cia

Seu animal sorri?

No momento em que um animal expressa felicidade, isso é igual a gargalhar?
Quantas vezes você encontrou seu cão se demonstrando culpado? Ou encontrou seu gato relaxando ao sol, resplandecendo de felicidade?

É interessante pensar – e fácil de assumir – que os espécimes entendem nossas emoções. Porém, há pouco tempo, foi registrado que certos cachorros realmente compartilham um atributo bastante humano: o riso. Análises entre cachorros, ratos, chimpanzés e outros macacos sugerem que estas espécies emitem um som singular em resposta ao entusiasmo.
Verificar se os animais conseguem rir não é algo novo. Esta teoria origina-se desde 1872, na ocasião em que Charles Darwin falou sobre “A expressão de emoções nos seres humanos e nos espécimes”. Ele se concentrou em chimpanzés e outros símios, e notou que eles expressavam uma resposta idêntica ao riso ao sentir cócegas ou serem tocados. Décadas depois, análises iguais afirmaram que esses barulhos são semelhantes aos risos dos seres humanos. A pesquisa também revelou que os chimpanzés passaram os últimos dez a dezesseis milhões de anos expandindo esta capacidade.

Cachorros gargalham

Mais recentemente, em 2001, uma pesquisadora isolou um ruído que os cachorros exerciam exclusivamente ao longo do jogo, que ela descreveu como uma “exalação forçada e arquejante”. Com a verificação de espectrografia, ela comparou esse ruído com os demais que os cachorros realizam: grunhindo, choramingo, ofegantes e latidos. No momento em que examinado em um espectrógrafo – um instrumento que mede ondas de sons – o som parecido com a risada cresceu, enquanto o som ofegante – um som de cachorro mais parecido com ele – permaneceu bem baixo.
Mesmo outros cachorros parecem distinguir e vincular o “riso” com prazer. Quando a pesquisadora tocou a gravação para outros cachorros, alguns buscaram brinquedos e outros “entreteram-se” em direção à origem de emissão do som. Esses efeitos positivos foram analisados em filhotes, bem como cachorros maduros.
Não se sinta mal se você nunca notou seu próprio cachorro – ou o seu próprio chimpanzé, naquele caso – sorrindo. O ruído creditado como o riso nessas espécies é muito mais respirável que o riso humano, e mais semelhante com um ruído esbaforido do que uma gargalhada cheia.

Ratos podem sentir cócegas

Mesmo os ratos têm seu próprio ruído de prazer único. No fim dos anos 90, cientistas observaram que, na ocasião em que fazia cócegas na área da nuca de ratos filhotinhos, eles fizeram um ‘chirp’ estranho. O estudo detectou este barulho em ratos que estavam sendo pesquisados. Em levantamento futuro, o som foi percebido como um ‘chirp’ ultrasônico de alta frequência.
Com tantas espécies de ratos, não se conhece ainda se outros compartilham um som parecido com a risada. Contudo cientistas vêm analisando essa hipótese. Uma equipe de cientistas está analisando sistematicamente imagens de animais no YouTube e observaram que inúmeros deles reagem ruidosamente ao serem sacudidos. Eles não constataram se é o riso como conhecemos, porém entendem que os ruídos parecem estar ligados à felicidade.

Seu animal sorri?
Avalie esta postagem