Pets e Cia

Entenda tudo sobre Bulldog Francês

A especialista em Lifestyle Martha Stewart’s fez um blog só para seu Frenchie;
A cadela da cantora Lady Gaga, Miss Asia Kinney, possivelmente seja a Bulldog mais famosa do mundo. Tanto ela quanto o seu irmão, Koji, são demasiadamente significativos para a cantora. Asia foi garota propaganda da marca Coach;
Eis certas celebridades do planeta que adoram os Bulldogs: Eva Longoria, Hilary Duff, Lady Gaga, Hugh Jackman, Ashley Olsen, Leonardo DiCaprio, Chrissy Teigen e John Legend, Dwayne Johnson, Rachel Bilson, Zach Braff, Reese Witherspoon, David e Victoria Beckham, Jack Osbourne, Carrie Fisher;
Tente não deixar os seus Bulldogs próximos a piscinas ou demais locais similares, pois eles não são excepcionais nadadores;
O Bulldog Inglês que deu-se origem a essas rugas no Bulldog Francês. Elas foram intencionalmente desenvolvidas no Buldogue Inglês a fim de que o sangue não caísse nos olhos, se o cachorro se machucasse em uma briga;
As conhecidas “orelhas de morcego” não eram admiradas por todo mundo. Antigamente, alguns criadores as preferiam caídas;
Bufar (no momento em que está ofegante), roncar e grunhir, e outros sons estranhos são características dessa raça;
Eles também têm propensão a babar e a ter gases;
Para algumas pessoas, essa raça é a mais querida do planeta;
A inseminação artificial é o procedimento para essa raça reproduzir. As patas frontais não aguentam todo o peso dos Bulldogs machos, por isso eles não consegue cobrir adequadamente a cadela, quando está no cio.

Origem e História do lindo cachorro Buldogue Francês

O “Bouldogge Français”, como ele é conhecido na sua terra natal/adotiva, a França, a propósito, teve começo na Inglaterra, na cidade de Nottingham. O Buldogue Inglês se assemelha bastante ao Buldogue Francês, ainda que o porte físico desse ser bem menor e mais leve. A hipótese é de que o Buldogue Francês teria sido inserido no decurso do século XIX por operários ingleses têxteis, e logo após acasalado com vários cachorros caçadores de roedores, como Carlins e, sem dúvida, com outro Dogues da região norte da Bélgica.
O cão que adveio desse cruzamento foi querido como caçador de ratos por inúmeros comerciantes, mercadores de vinho e açougueiros que resolveram, por volta de 1880, desenvolver a raça e dar-lhe o aspecto atual. Primeiro, foi apreciado pela classe operária e, logo em seguida, por burgueses e artistas do período.
O Buldogue Francês cresceu na França e na Europa, e seu encanto rapidamente foi constatado pelos americanos também. Por causa do carinho e admiração da época, ele ganhou o apelido “Frenchie”.

Características Físicas do Buldogue Francês

De estrutura compacta e com ossos resistentes, o Buldogue Francês tem a cabeça muito forte, enrugada, grande e quadrada, com o crânio achatado, a testa bombeada e o stop bastante ressaltado. Suas narinas são muito abertas e seu focinho é escurecido. Os olhos, alertas e contornados por pálpebras pretas, são escuros, arredondados e grandes. Suas orelhas apresentam-se retilíneas. O pescoço, ligeiramente apertado, é curto; o peito largo; o dorso musculoso; e os quadris atarracados. Suas patas são bem arredondadas, as patas de trás são bem eretas, grossas e pequenas e as patas frontais ligeiramente mais extensas e muito musculosas. Sua cauda de inserção é bastante inferior e bem estreita e acoplada às nádegas.
Seu pelo é estreito, macio e brilhante. Essa espécie possui diversos tipos de pelos, desde os brancos e tigrados (um tipo de de branco malhado) e os tigrados (pelagem escurecida e avermelhada, mista, levemente escura). Todas as nuanças do fulvo são permitidas, do vermelho ao café com leite. Os exemplares inteiramente brancos são classificados dentro dos fulvos tigrados com manchas brancas prevalecentes. Desde que um espécime manifeste um focinho bastante preto, olhos escuros envoltos em pálpebras escuras, uma despigmentação da face terá chance de ser extraordinariamente tolerada nos cães extremamente bons.

Temperamento da raça Buldogue Francês

Apesar da fama agressiva, o cachorro Buldogue Francês é muito afetuoso, sagaz, sensível e nobre. Eles lidam bem com idosos e aprecia entreter-se com crianças. Adoram estar com sua família e um cafuné jamais pode faltar a fim de deixá-los felizes. Ousado e divertido, gosta de fazer palhaçadas, sendo um cão bastante engraçado.
É um cachorro que esbanja afeto para com seus amigos humanos, assim como ele adora receber o mesmo trato em troca. Eles podem, porém, ser territorialistas e ciumentos com seus tutores, em especial na presença de outros cachorros. Essa espécie precisa de interagir com outros cães e pessoas, de preferência desde filhotes.
Com uma natureza que é simultaneamente bem-humorada e divertida, o Buldogue Francês precisa relacionar-se com alguém que é firme e paciente com todas as travessuras e peculiaridades que o fazem tanto frustrante quanto amável. Os Bulldogs somente latem no momento em que existe uma verdadeira causa para isto, do contrário eles costumam ser muito calmos nesse ponto. Eles só ladrarão em casos extremos. Se um Bulldog ladrar é bom ir averiguar do que se trata.

A Superioridade da raça Bulldog Francês

Além do seu temperamento manso, o Bulldog possui uma pelagem simples de ser tratada. São bem tranquilos de se tratar, só precisam de uma escovação ocasional a fim de manter o pelo, que não cai excessivamente, com saúde. Instaure os cuidados de preservação do corpo do seu Frenchie no momento em que ele ainda é novinho para que ele se acostume a ficar em uma mesa ou no chão à medida que você ou outra pessoa fazem o trabalho.
O Frenchie ama brincar, mas ele também gosta de passar os seus dias repousando no sofá. Buldogues Franceses são inteligentes, e adestrá-los é simples, desde que você comece a fazer o treino semelhar um jogo agradável. São muito teimosos

Problemas comuns do Bulldogue Francês

São cachorros bem robustos e sadios. Apesar disso alguns cuidados devem ser tomados para garantir que se desenvolvam de forma correta. O primeiro cuidado específico é nunca submeter o Bulldogue Francês ao calor intenso. Como ele conta com um focinho bem curto, isso faz com que ele seja suscentível a vários problemas de respiração. Também é recomendável que sejam evitados os exercícios e passeios nas horas mais quentes do dia.
O inconveniente mais crítico que afeta o Buldogue francês é o câncer, por outro lado, a situação mais habitual para a espécie são problemas associados com obesidade. Em cachorros de maior porte, com demasiada constância apresentam dificuldades respiratórias, problemas cardíacos, problemas nas costas e nas vértebras e também luxação da patela e displasia coxo-femural.

Cuidados da Raça Bulldog Francês

Buldogues franceses não têm necessidade de um monte de atividade física, mas não abrem mão de caminhadas diárias a fim de mantê-los em um peso favorável. Eles não se dão bem com o calor acentuado pelo fato de serem braquicefálicos. A hidratação necessita ser redobrada em dias com calor intenso ou muito secos. Evite caminhar ou fazer exercícios em tempos de sol muito quente. Faça pela manhã ou no final de tarde.
Muitos buldogues franceses gostam de brincar e vão consumir muito do seu tempo em muitas atividades, contudo eles não têm tanta energia assim. Você é capaz de possuí-los em apartamentos ou residências sem muito espaço.
Eles são bem insistentes, então não pense que será fácil adestrá-los. Todavia o treinamento é fundamental, uma vez que, caso você queira ele dentro de sua residência, é necessário que ele esteja bem adestrado.
Na ocasião em que você estiver cuidando do seu Frenchie em qualquer fase da vida, é fundamental analisar se existem crostas, feridas de pele, manchas, pele áspera, escamosa ou sinais de inflamações. Você inclusive deve examinar orelhas, olhos e dentes para qualquer vestígio de inflamação ou mau cheiro. Se existir algo de errado, está na hora de consultar um médico-veterinário para determinados exames.

Os Filhotes do pet Bulldog Francês

Exatamente como seu parente inglês, o Bulldog Francês é uma espécie complexo de se procriar. Apesar de serem vários os casos de partos naturais, é bastante normal a essencialidade de uma cesariana a fim de promover o nascimento dos filhotes com segurança, em função do formato e tamanho da cabeça do cão.
O filhote necessita de ser educado desde cedo para que possa desenvolver-se adequadamente. Deve-se tomar atenção dobrada à questão da socialização do animal. Como ele possui dificuldades com as suas articulações, fique atento a fim de que ele não salte de grandes alturas e em superfícies rigídas.
Ao escolher um filhote, prefira aquele com fisionomia viva e bem-disposto, que aparente curiosidade e bastante atenção às coisas que acontecem a sua volta, sem vestígios de receio ou hostilidade. Evite obter cães bastante arredios, que se escondam das pessoas, dado que este hábito é capaz de dificultar a aprendizagem e a socialização.

Entenda tudo sobre Bulldog Francês
Avalie esta postagem