Conheça tudo sobre Parson Russell Terrier

O título Parson Russell Terrier é empregado pelo American Kennel Club e o Britain’s Kennel Club para evitar confusão com Terriers que utilizam o nome de Jack Russell Terrier, que é fixado pelo Jack Russell Terrier Club of America. O Parson Russell e o Jack Russell são fundamentalmente a mesma raça, com pequenas diferenças de tamanho em seus modelos da raça;
O Jack Russell ou Parson Russell Terriers têm dois modelos de pelagem: sedosa e quebrada;
Várias estrelas dos EUA têm ou tiveram um Jack Russell Terrier. Entre estas estrelas Mariah Carey, Bette Midler, Paul McCartney, Goldie Hawn, Lindsey Lohan e o mergulhador olímpico Greg Louganis;
O Jack Russell é ótimo em pulos. Ele pode saltar até 5 vezes mais que seu comprimento;
Caso você não mantenha o controle e ensiná-lo adequadamente, ele acabará subjugando você a fim de fazer o que ele quer.

Primórdio e História do cão Jack Russell Terrier

Foi o clérigo John Russel quem inicialmente mostrou interesse pela raça, passando a cuidá-la para que exemplares do animal pudessem segui-lo na caça de raposas, na metade do século XIX.
Foi apenas no ano de 1990 que o The Kennel Club reconheceu oficialmente a espécie e anunciou um modelo temporário dela sob a denominação de Parson Jack Russel Terrier, de forma que só no ano de 1991 a espécie foi reconhecida de maneira oficial pela Federação Cinológica Internacional (FCI).
Após a sua admissão protocolar, uma sucessão de clubes oficiais da espécie foram criados a fim de que não houvesse a oportunidade de que ela perdesse sua origem. O Jack Russell Club da América é um ótimo exemplo disto e, desde sua gênese, é um dos grandes responsáveis pela emissão de registros de pedigree para crias da raça.
Acerca da sua linhagem, há quem acredite que ela é resultado da mestiçagem entre cachorros da remota raça chamada Trump (do conjunto dos Terrier), Bulldogues e Beagles. Por outro lado, existem também quem afirme que a espécie é resultado da mestiçagem entre o Terrier Preto e Dourado (também chamado de Black and Tan) e o extinto Old English White Terrier.

Aspectos corporais do cachorro Jack Russell Terrier

O Jack Russell Terrier tem o crânio achatado e o tamanho de seu focinho, do stop à trufa, possivelmente é ligeiramente inferior à da cabeça. A mandíbula é firme e as orelhas, de ótima consistência, são em botão ou inclinadas. O nariz provavelmente é negro.
O corpo é concentrado e robusto, mais extenso do que alto. A cauda é firme e retilínea.
Medindo aproximadamente 25 centímetros de estatura, o Jack Russell é um cão que pesa entre 5 e 7Kg. Sua pelagem tem chance de ser sedosa e pequena, rígida e espetada ou “quebrada”. A coloração e a padronagem da pelagem da espécie são definidas por aproximadamente cinquenta por cento de fios brancos, contando com pintas nas pigmentações castanho e escura ao redor do corpo.
Embora seja um cachorro baixo, o Jack Russell não tem que ser criado como tal, porque tem a chance de gerar inúmeros problemas. Lugares confinados ou restritos excessivamente, como apartamentos, não são recomendados para esta raça que conta com altos índices de vigor e uma energia quase inexaurível. Por isso esse animal precisa fazer exercícios físicos com bastante frequência a fim de que possa ter saúde.

Temperamento do Jack Russell Terrier

temperamento-jack-russell-terrier O Jack Russell é um Terrier dinâmico, amoroso, intrépido e confiante. De todas as raças Terrier, o Jack Russell é o que mais ficou próximo do propósito para o qual foi desenvolvido: caçar e capturar raposas e texugos. Ele ama o campo e os ambientes abertos e é capaz de correr durante o dia inteiro. É forte e sadio e não gosta de ficar preso. É forte, flexível e bastante rápido.
É um cão de trabalho e este instinto deve ser mantido. Impaciência, medo ou exagero de hostilidade precisam de ser desencorajados. Pelo mundo, o cachorro é célebre por ser uma espécie ativa e autoconfiante.
É uma espécie energética que possivelmente será o líder do lar caso tenha oportunidade. Nunca permita que ele pense que está no comando, por causa disso deve receber ordens a todo momento do dono. Ele gosta de cavar no quintal, passar por baixo de muros, recordando a época em que perfurava para capturar texugos em seus esconderijos.
Têm tendência de ficar vagueando se não forem amarrados em um espaço adequado para eles. Não podem ser deixados sozinhos com aves ou roedores, entretanto pode se dar bem com felinos. É bastante adaptável e pode facilmente mudar sua maneira de viver.

Benefícios de se ter um cachorro Jack Russell Terrier

O Jack Russel é muito astuto e resistente, um companheiro afetuoso e feliz que adiciona muita alegria no na relação familiar. É um ótimo companheiro e trabalha sem empecilhos, também é capaz de ser um excelente cachorro de terapia. Além do mais, tem um tamanho muito apropriado. O temperamento ofensivo com outros cães ou pessoas não deve ser suportado. Não seja enganado por um Jack Russell que você pode observar na televisão ou no cinema.
A disciplina do Jack Russell deve ser levada em consideração. Todos os Terriers podem ser um desafio na avaliação de obediência, não é simples trabalhar com esses cachorros. Por causa de sua esperteza e independência, em certas ocasiões pode ser mais complexo de instruir do que o previsto.
São cães convenientes para quem é enérgico e ama um desafio. São muito convenientes para aqueles que desejarem um amigo para corridas ou para ser participante de provas de agility, em que suas particularidades são mais do que necessárias.

Problemas habituais ao cão da raça Jack Russell Terrier

problemas-jack-russell-terrier O Jack Russell é um cão que apresenta boa saúde e, apesar de todos os Terriers possuírem, frequentemente, boa saúde e praticamente todas as raças possuírem um ou mais problemas genéticos, o Jack Russell sofre poucas modificações em seus genes. As doenças mais comuns são deslocamento de retina e catarata em algumas linhas, e a luxação da patela pode surgir em outras. Assegure-se de questionar ao produtor se eles foram afetados por distúrbios hereditários.
Deve-se ter singular alerta para Enfermidade de V Williebrand, uma carência de coagulação sanguínea; Epilepsia, que é capaz de ser motivada por diversos determinates e o tratamento vai variar segundo o diagnóstico efetuado pelo médico-veterinário e dermatites e eczemas, habitualmente ocasionados pelo aparecimento de fungos.
O Jack Russell Terrier pode ser um bom parceiro a uma criança mais madura que tenha mesmo grau de atividade, todavia ele não é muito amigo de crianças menores. Eles não são indulgentes no momento em que puxam suas orelhas ou rabo e não vacilarão em rosnar ou morder se extrapolarem o seu limite de calma.

Como cuidar de um cachorro Jack Russell Terrier

O Jack Russell Terrier possui bastante vitalidade, carece de muito exercício e mesmo sendo pequeno, não é indicado para apartamentos, a não ser que você faça um compromisso para caminhar muito com ele, pelo menos 2 vezes por dia.
Se possuir um cão dessa espécie, prepare suas visitas antes de elas comparecerem na sua habitação. O Jack Russel vai pular e brincar com toda pessoa que os permita fazer isso. Como recomendado a todas as demais raças, controle a alimentação dele. Desta forma fica mais fácil evitar problemas sérios de saúde, como doenças cardíacas e artrite.
Penteie o cão dessa raça periodicamente com uma escova de borracha a fim de equilibrar a queda dos pelos. Existem três modelos de pelos: liso, crespo e endurecido. Os de pelagem macia são os que mais são atingidos pela queda.
Os banhos precisam de ser dados no momento em que o bicho estiver imundo e é capaz de ser dado em sua residência. As unhas devem ser aparadas mensalmente.

Crias do cachorro Jack Russell Terrier

filhotes-jack-russell-terrier Comece a treinar o seu Jack Russell no dia em que você o levar para casa. Mesmo com 8 semanas de idade, ele pode assimilar de tudo o que você for capaz de ensinar. Nunca espere ele completar seis meses de vida para começar o adestramento ou você vai ter um cachorro obstinado e complicado de lidar.
Se for possível, ponha ele em um jardim infantil para filhotinhos quando ele estiver com dez a doze semanas de idade a fim de que você seja capaz de começar a construir um forte treino de socialização. Na grande parte das vezes, essas classes vão exigir que seu cão já esteja vacinado contra certas doenças. Aguarde até a administração de todas as vacinas e comece o treinamento.
Enquanto isto você pode começar a instruir o seu cachorro em sua residência e socializar o animal doméstico entre conhecidos e familiares até que as vacinas estejam finalizadas. Propicie ao seu Jack interações positivas com outros cachorros o mais cedo possível. A socialização antecipada é fundamental a fim de evitar a hostilidade a outros cães.

Conheça tudo sobre Parson Russell Terrier
Avalie esta postagem
News Reporter

Deixe uma resposta