Pets e Cia

Bulldog Inglês – Conheça mais sobre

Escreve-se Buldogue ou Bulldog?
Todas as maneiras estão corretas. A palavra Bulldog é a forma de escrever em inglês (“English Bulldog”, “French Bulldog”) à medida que a palavra Buldogue é a forma de escrever na língua portuguesa (“Buldogue Inglês”, “Buldogue Francês”).
Ele gosta de repousar, certas vezes nem escutando ao chamado do seu dono. E, também, ronca alto.
Apenas late quando existe necessidade. Ama estar junto e ganhar afago do seu dono, em contrapartida ele consegue ser muito independente quando preciso.
O Brasil ganhou seu primeiro Bulldog Club em 2000.

A Origem da Raça Bulldog Inglês

Durante o século XIII, nas terras inglesas, originou-se um esporte muito violento denominado “Bull-Baiting”, foi a partir dele que a raça Bulldog inglesa foi gerada. O cão atacava o touro pelo focinho até conseguir irritá-lo. Esse touro, logo após as lutas, era abatido, através disso inúmeras pessoas pensavam que, depois que o cão fosse capaz de provocá-lo, a carne do touro se tornaria mais macia e saborosa para o consumo.
Sem contar, ainda, que o Bulldog também enfrentava alguns ursos, nas denominadas “Bearbaitings”. Os donos davam bastante importância à ferocidade de seus cachorros e, especialmente, para sua resistência à dor. Infelizmente, alguns relatos a respeito da criação desses cachorros não são nada amáveis. Afirma-se que os Bulldogs eram presos aos touros, com a intenção de perceber o quanto estes cachorros conseguem suportar, isto mesmo com os touros já bem feridos.
Isso começou a mudar quando as lutas com touros foram tidas como ilegais, após o ano de 1835. A notoriedade da raça diminuiu e quase foi extinta. Contudo, certos amantes da espécie resolveram tentar outro tipo de abordagem para esses cães, deixando-os menos ferozes e aperfeiçoando seu padrão físico. Com este novo método de criação, foi possível perceber muitas alterações no temperamento e, inclusive, na estrutura física, se comparados com a raça original.

Aspectos Físicos do Cão da Raça Bulldog Inglês

Este cão é muito baixo e achatado, com uma pelagem muito sedosa e um aspecto que o difere das demais espécies. Se pode concluir que ele é um cão compactado. Ainda assim, nenhuma parte de seu corpo é assimétrica às demais, na iminência de prejudicar sua simetria ou fazer com que o Bulldog pareça um cão deformado.
A face é curta, o focinho largo, engrossado e inclinado para cima. Vários donos desta raça não gostam de adquirir cachorros que apresentam qualquer tipo de complicação para respirar. Sua constituição física é muito bem ajustada. Suas patas são fortes, bastante firmes e muito musculosas. As fêmeas da raça não são grandes nem bem desenvolvidas como os machos. Relativo à pelagem, podemos observar um pelo de consistência fina, curto, fechado e macio.
Com relação à cor considera-se pied ou piebald o Bulldog predominantemente branco com o manto composto por marcações em vermelho, fulvo, amarelo leonado ou tigrado. O branco uniforme revela um cão privado de qualquer cor nos pelos e não poderá ser confundido com as cores pied ou piebald. O Bulldog que se mostra na coloração branca obrigatoriamente dispõe de um focinho totalmente preto e seus olhos são totalmente pretos.

O gênio do Bulldog Inglês

Ele é um cachorro totalmente família e muito esperto. Bem travesso, carinhoso e não vive muito tempo longe do seu proprietário. Tem muita vitalidade, força de vontade e não gosta de ficar sem fazer nada. Também não podemos esquecer sua audácia, valentia, fidelidade e seu senso de proteção, todavia bastante amoroso e afetivo.
O Bulldog não é um cachorro violento, a menos que seja maltratado. O Bulldog é totalmente tranquilo de se criar, devido a sua personalidade condescendente, sua parceria, sem mencionar sua intensidade e força. Ele adora crianças e seu comportamento é bem diverso do que acostumamos ver nos desenhos animados. De modo geral, ele não gosta de felinos e costuma lutar com outros cães, principalmente se forem machos. Ao alimentá-lo, analise se não existem outros animais próximos.
Este é considerado um cão bem tranquilo, que aprecia em alto grau a companhia do seu proprietário, ainda que possua uma autossuficiência inigualável. Conta com um sensacional comportamento para cão de guarda e carece de muita atenção dos donos já que fica entristecido com facilidade.

Privilégios de Ter um Cão Bulldog Inglês

O Bulldog Inglês é um cachorro corajoso, muito combativo e que esporadicamente se escuta choramingar. Estes cães só irão chamar a sua atenção quando se encontrarem com fome, com vontade de beber água ou quando não se sentem muito bem, do contrário eles são extremamente serenos.
Para tomar conta de um Bulldog não precisa de nada extraordinário, sem falar da sua grande facilidade em se relacionar com o seu proprietário. Não precisa de aparar os pelos, é uma fantástica opção para as crianças ou ainda para aquelas pessoas que passam o dia fora e necessitam que seu animal seja independente e não sofra demais com a sua ausência.
Esse cachorro possui muito valor no mercado de cães. Inclusive existem filas de espera por estes espécimes em diversas localidades do mundo. O Bulldog Inglês é criado no Brasil faz mais de 30 anos.

Problemas normais do Bulldog Inglês

O Bulldog Inglês possui uma grande tendência para a obesidade e, por causa disso, é recomendável que se possua um controle do total de ração consumida por ele a fim de que não venha a desenvolver prováveis problemas nas articulações dos joelhos e na anca. Nunca esqueça de fazer com que seu bicho faça algumas atividades físicas com o intuito de manter o seu peso sob controle.
O Bulldog Inglês é um cão bastante sensível toda vez que o assunto é sua saúde. Sua média de vida é oito anos. São bem ativos dentro da residência e também sensíveis a altas temperaturas, sendo capazes de ficar superaquecidos rapidamente. Pode parecer que o seu cão está febril, mas fique sossegado: o Bulldog detém uma temperatura mais alta, naturalmente.
O Buldogue Inglês pode vir a sofrer muitas patologias hereditárias e congênitas, incluindo fenda palatina em filhotes, displasia coxofemural, claudicação nas patas dianteiras, entrópio e ectrópio (problemas nas pálpebras), dermatites, estenose (estreitamento) das narinas e alongamento do palato.

Como tratar de um Bulldog Inglês

Apesar de não gostar de uma temperatura mais úmida, ele gosta de estar ao ar livre. Esse cachorro não é capaz de saltar de lugares muito altos, correr ou caminhar por bastante tempo. A maioria não sabe nadar. Eles babam em excesso, além de roncar e ressonar excessivamente.
O ajuntamento de imundícies e bactérias é bem comum no meio das suas dobras em seu pelo. A higiene destas dobras deve ser feita diariamente.
Aconselha-se que o Buldogue Inglês faça algum tipo de atividade física para os músculos com a intenção de aumentar sua capacidade de respiração, ainda assim, ele não suporta atividades físicas em excesso.
Por causa da sua composição, é normal que cães dessa raça possuam dificuldades de respiração, especialmente durante os dias quentes e úmidos. Nestes casos, não é preciso que seu cão execute qualquer tipo de esforço físico.

Os Filhotes do cão Bulldog Inglês

Um ótimo filhote deve ser ativo, com cabeça grande, bem enrugada, dentes inferiores sobrepostos aos superiores. Eles nascem com o focinho avermelhado, mas este vai escurecendo aos poucos.
Quando chega ao seu novo lar, o filhote deve permanecer em período de quarentena (período mínimo de 30 a 40 dias da data em que saiu do canil), quer dizer, não deve ser envolvido com outros animais, sejam eles da mesma espécie ou não, com a finalidade de evitar contaminações que propiciem riscos à saúde do animalzinho de estimação.
A grande parte das doenças adquiridas pelos Bulldogs são derivadas geneticamente. Conheça, primeiramente, o criador de onde você está adquirindo essa raça, para evitar empecilhos posteriores. Criadores que são responsáveis não mantêm em seu canil cães com doenças transmissíveis para a ninhada. Desconfie daquele que não deixa você ver os pais do seu filhote e todas as autorizações de saúde emitidas pelos órgãos responsáveis.

Bulldog Inglês – Conheça mais sobre
Avalie esta postagem